Blog

Educação, cultura e qualidade.

Faz tempo que não escrevo no meu blog. Junção de muito trabalho e férias com a família. Mas hoje gostaria de ao mesmo tempo compartilhar dois fatos e relacioná-los com fatores culturais que influenciam a gestão da qualidade nas instituições.

O primeiro foi quando eu estava na praia. Depois de alguns meses sem descer para o litoral o matagal no jardim da casa é inevitável. Como de costume peguei a enxada e comecei a capinar. Para minha surpresa ao lado interno no muro várias bitucas de cigarro. Ali, já fiquei indignado! Mas embora irritado com o fato continuei o trabalho quando um senhor aparece sobre o muro, fumando é claro. Fiz o cumprimento e durante a rápida conversa mencionei que estava limpando o jardim.

Mas para minha indignação maior, o cidadão depois de fumar e poluir seu pulmão (problema dele) praticamente na minha frente jogou a bituca no meu quintal! Não acreditei no que vi e reclamei. Como resposta recebi silêncio!

Outro fato aconteceu ainda nas férias, quando eu e meu amigo que moramos no mesmo condomínio resolvemos acompanhar os filhos pequenos ainda num futebol na cancha de areia. Os meninos brincavam normalmente, enquanto nós conversávamos um pouco à frente num quiosque. Para minha surpresa chegam mais três moradores adultos, entram na cancha e sem o menor pudor, mencionam para as crianças que elas já jogaram muito e agora eles iriam usar a cancha. Fizeram isso entrando no campo, se ao menos pedir licença.

Mas  porque estou relatando dois fatos que aconteceram na minha vida pessoal? Por que estes dois episódios demonstram como a educação e cultura influenciam a qualidade de vida e dos processos empresariais de qualquer instituição, quer seja pública ou privada. Em qualquer cargo, do mais simples ao diretor!

Henry Ford mencionava que “qualidade significa fazer certo quando ninguém está olhando! Por isso muitas vezes é difícil implantar sistemas de gestão de qualidade no Brasil. Há questões básicas de educação que influenciam diretamente na adesão a estes processos.

Como fazer um empregado seguir um procedimento operacional padrão, se para ele jogar seu lixo (bituca) no vizinho é algo normal? Como fazer um gerente ou diretor respeitar a gestão da qualidade se ele, na vida pessoal não tem educação com crianças?

A questão da educação e cultura no Brasil é algo que nos impõe há muito tempo a classificação de país subdesenvolvido. Ela se traduz pelo baixo número de organizações que investem em gestão da qualidade, bem, bem menos ainda que têm condições de realizar uma certificação de qualidade!

Por isso, quando viajar para um país desenvolvido e se perguntar como eles conseguem ser tão pujantes. Lembre-se que o motor principal é um povo educado, culto e que mantém respeito a todos, quer você esteja ao lado do seu vizinho, jogando futebol, trabalhando ou dirigindo sua empresa!

Comments:

  • BrianEsose

    Great website! It looks extremely professional! Keep up the great work!

    Responder 25 de março de 2020 at 06:45

Deixe uma resposta