Uma empresa de soluções em gestão, certificação de qualidade, treinamentos e consultoria – presenciais e à distância. Atuamos com visão sistêmica e prática, oferecendo métodos viáveis e pertinentes à realidade das empresas no Brasil.

Últimas Noticias

Blog

Pare de ler este artigo e corra!

Pare de ler este artigo e corra para os seus. Perdemos tempo demais com futilidades e o pior, nem nos damos conta disso. É um vício moderno. Depois, queremos mais tempo para o que realmente importa. Passamos a vida correndo atrás do tempo e repentinamente queremos que o tempo pare e volte ao passado. Passamos horas discutindo e planejando coisas complexas e triviais e em poucos segundos passamos a dar importância a coisas tão simples, tão pequenas, tão banais no dia a dia.  De um instante ao outro um pequeno copo d’água,  um pequeno toque na mão, um pequeno sorriso,  poder falar, poder caminhar, sorrir, se trocar passa a ter valor.

Corra para os seus! Passamos tempo demais correndo com os nossas opiniões, nossos orgulhos, e perdemos tempo demais se enchendo de coisas sem valor, quando na verdade precisamos tão pouco, um abraço, um carinho, um beijo, um olhar sincero para sentirmos importantes, vivos, humanos. Isso nem o dinheiro compra… chama-se felicidade!

Qual a razão maluca de correr para o que não faz sentido? Qual o sentido de parar com o que não faz sentido? Não faça isso, corra para os seus! Passamos a vida correndo atrás de dinheiro, carro, casa, joias, ostentações e de um segundo para outro precisamos só estar em casa, em qualquer casa. na nossa cama, no nosso Lar! A vida muda de uma hora para outra, acredite! Uma vida inteira muda num segundo! Tenha certeza disso, se passou sabe por que escrevo, se está passando sabe melhor ainda, se não passou, prepare-se, é o inevitável curso da vida, vai acontecer um dia, para a alegria ou tristeza.

Muitas vezes corrigimos o jeito de falar, o  sotaque, a expressão, as opiniões, o jeito de ser de alguém e depois tudo que queremos é simplesmente qualquer palavra, qualquer frase proferida de modo saudável e feliz! Passamos tempo demais  reclamando dos outros, das ideologias, jeitos, preferências; quando no fundo todo ser humano quer é carinho, atenção, aceitação, pertencimento, sentir-se importante e amado. Somos complexos e simples demais, um paradoxo!

Pare e corra para os seus. De um segundo para outro, o simples andar, o simples mexer a mão, falar,  se tornam externamente importantes. Coisas que nem sabíamos que nos tornavam independentes, de um momento para outro fazem toda a diferença na esperança de se viver bem.

Alguns acham mais engraçado os minutos do vídeo demorado do WhatsApp e perdem aquele momento mágico do filho que nunca mais vai voltar ou da frase de carinho de alguém querido. Ficam horas respondendo mensagens de pessoas distantes e não dedicam alguns poucos segundos para um abraço apertado, uma piada sem graça com quem está ao seu lado e realmente importa. Que qualidade de vida é essa?

Depois, vamos querer voltar no tempo, recuperar situações e sensações que jamais serão revividas. Passamos a vida correndo, fugindo do agora, vivendo um pretenso futuro melhor, quando o melhor da vida é agora, este segundo, este batimento do seu coração e de quem você ama, os seus.  O melhor da vida não está no amanhã, está aqui, agora, quando você pode pegar um copo d’água e sentar sozinho. Quando está na sua casa, por mais rica ou simples que seja e não num leito de hospital.

Hoje vivemos estressados, sem paciência, intolerantes com os mais próximos… os seus. Amanhã tudo que vamos querer é tê-los por perto. Ricos, pobres, brancos, negros, cristão, ateu, humilde, inteligente, ou ignorante,  num momento desta viagem chamada vida a paisagem vai mudar de repente. Muito de repente, e aí neste instante, tudo vai mudar. Tudo em sua vida vai se ressignificar.
A qualidade da vida, outro grande e inexplicável paradoxo do hoje e do amanhã. Por isso dê agora o seu tempo, antes que o tempo tire de você! Faça tudo para ser feliz agora, neste segundo. Se você viver o agora com os seus, o amanhã será um conjunto de lembranças e não um sentimento de falta, de vazio e desperdício. Em respeito a você e aos seus, viva o agora, beije, abrace, sorria com quem você ama. Não tenha vergonha de ser humilde, de perdoar, de tolerar! Deixe de lado o orgulho, a pressa, o tempo perdido no WhatsApp, no Facebook, no LinkedIn, Twitter na internet, são ferramentas  frias e virtuais. Isso não te faz crescer e nem te faz melhor. Isto não são momentos, são desperdícios de momentos. Aliás, desde quando um “kkkk” (sic)  ou emoticons de sorrisos lacrimejantes ficou melhor que uma gargalhada dos seus? Ou você nunca usou um ícone de positivo no Whats?!.  Ah, até a conversa nos aplicativos de mensagens estão ficam ainda mais frios. Em vez de conversar agora gravamos um áudio!

Estamos cada vez mais distantes, cada vez mais frios, como o mundo virtual. Cada vez menos humanos,  por isso estamos cada vez mais infelizes,  estressados,  mais frustrados  e por isso entramos neste circulo vicioso. Não porque; mas para que fazemos isso? Não devemos ser contra a tecnologia, muito pelo contrário, mas ela deveria vir para ajudar, não para nos consumir, consumir o seu e o tempo do seus.

Largue este texto, pare um pouco e corra para quem você dá importância e para quem você é importante. E se nada do que eu escrevi for, ou se tornar verdade te peço perdão que talvez você não seja humano.

Pare e corra para os seus! Grite, chore sem vergonha, sem pudor, não tente dar um jeito em tudo. Você vai se cansar um dia, adoecer ou até pode morrer por isso. Brinque, desligue o celular, a TV, coisas fúteis que roubam seu precioso tempo, roubam você. Mas faça agora, faça nesse momento. Se não puder abraçar agora, ligue diga…você é importante para mim. Não espere, a vida é feita de momentos! Sua esposa ou sua namorada vai com certeza sempre gostar de ganhar uma anel, um lindo sapato, mas vai lembrar mais de como você o fez. Talvez do bilhete com aquele poema sem rima! Isso vai ficar marcado. Talvez seu filho não vai lembrar do mega-power-ultra moderno tablet que você deu, mas aquele dia que você chegou mais cedo do trabalho, desligou o celular e brincou com ele na chuva. Talvez seu marido não se lembre do vestido que você usou, aliás os homens não são lá muito bons com a memória destas coisas, não é por mal; mas vamos recordar do seu olhar da primeira vez a vimos e do seu carinho. Talvez seus pais não se lembrem das suas desobediências, mas com certeza vão lembrar do seu primeiro olhar, do seu primeiro sorriso,  da sensação do calor de você no colo. Se irmão ou irmã não vão se lembrar das brigas, talvez de algumas, mas com certeza vão recordar das coisas que vocês aprontaram juntos.

Pare e corra para os seus! Pare de correr contra o tempo! Pare e corra sim, para os seus! Pare de correr para quem, e para o que, não te pertence, e corra por seus!  Ame os seus, perdoe-os, aceita com sinceridade as desculpas, livre sua alma, sua vida, seu coração, viva intensamente os seus agora, nesse momento, neste instante!

Largue esse celular ou computador e vai dar um abraço, um beijo, um carinho, um chamego! Em vez de perder tempo no telefone, use-o para ligar aos seus. Seus amigos, sua família, um parente que gosta e faça neste segundo um momento com eles, porque a vida pode mudar no segundo seguinte e vai ser tarde demais.

Pare de ler este artigo e corra para os seus….

Célio Luiz Banaszeski

Diretor Executivo Exacta Consultoria Empresarial

Copyright © 2018

 

Sem comentários

Deixe uma resposta