Uma empresa de soluções em gestão, certificação de qualidade, treinamentos e consultoria – presenciais e à distância. Atuamos com visão sistêmica e prática, oferecendo métodos viáveis e pertinentes à realidade das empresas no Brasil.

Últimas Noticias

Blog

Você se prepara para o inevitável?

Hoje quero escrever para chamar a atenção do meu leitor para um fato da vida. Nossa velhice!

Algo que se tudo der certo, inevitavelmente chegaremos a uma fase da vida em que grandes mudanças podem e vão ocorrer. Hoje, se você está lendo este artigo, provavelmente possui autonomia e liberdade para fazer o que quer.

Mas no dia a dia de nossa correria não paramos para pensar como vai ser lá na frente e como devemos nos preparar para isso.

Nessa fase da vida muitas vezes somos acometidos de uma lista enorme de doenças, muitas  consequentes de nossa escolhas do passado ou do presente.

Assim, faço esta pergunta… como você está se preparando para este momento?

Como vai ser quando a autonomia e liberdade forem retiradas de seu alcance. Já parou para pensar que hoje, agora, se estiver com sede, levanta e pega seu copo d’água. Vai a banheiro quando quer. Come o que quer! As vezes bem mal, por sinal. Hoje talvez se permita ser arrogante, totalmente independente, faz e acontece. Talvez pense que não precise de ninguém. Mas caro leitor, a vida é uma caixa de surpresas onde já é maravilhoso acordar e dormir bem.

A vida passa muito rápido e lá na frente iremos perder nossa autonomia. Já pensou como é usar uma fralda, pois a incontinência lhe prega peças? Já pensou que talvez vá precisar que alguém lhe entregue um simples copo d’água para sua sede? Que talvez você precise de alguém para lhe trocar, banhar e lhe dar de comer?

Poderia escrever muito a respeito, mas não quero me delongar nas coisas ruins, quero focar nas boas. Por isso, prepare-se para estes momentos.

Não basta só fazer exercício na academia, cuidar da dieta, se fosse assim atletas, não infartavam, não tinham câncer, etc.

Não basta ter opinião firme, mas é necessário um grau de humildade para que no futuro exista espaço para admiração.

Não basta ser inteligente, bem sucedido e rico. Se assim fosse suficiente o leito da UTI seria classificado em estrelas e não por prontuários.

Não basta ter uma família grande, muitos amigos, se na derradeira hora ser só você e sua consciência.

Não basta você ter a cabeça cheia de cabelos brancos, isso não é sinônimo que você foi uma pessoa boa, carinhosa, respeitosa, preocupada com os outros.

Portanto, que muitas destas ações podem retardar os fatos, mas não evitá-los totalmente. Lembre-se que para o inevitáveis dias de nossa velhice e para os derradeiros momentos aqui neste plano, a construção da sensação de bem estar começa por gestos pequenos de carinho, atenção, humildade e fé! Lógico sem esquecer do exercício, dieta, meditação, etc. etc. etc.

Pense nisso, quando estiver correndo, correndo e correndo atrás das futilidades da vida…

Célio Luiz Banaszeski

Diretor Executivo Exacta Consultoria Empresarial

Copyright © 2018

Sem comentários

Deixe uma resposta